Notícias

Ver notícia

O sistema de esgoto de Bombinhas foi apresentado para a comunidade durante uma audiência pública, promovida pela Câmara de Vereadores, na noite desta terça-feira (03). Durante a reunião a concessionária Águas de Bombinhas esclareceu detalhes sobre os investimentos, cronograma de obras e novas tecnologias que farão parte do projeto. Os trabalhos de instalação da rede irão iniciar nos próximos dias, na Avenida Vereador Manoel dos Santos.

Em sua totalidade, o sistema terá capacidade para coletar e tratar cerca de 9.700 m³ de efluentes. Além de uma nova Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) o projeto também conta com a instalação de 154 mil metros de tubulações e 26 elevatórias, distribuídas em diferentes regiões da cidade.

O empreendimento estará pronto em tempo mínimo, em apenas três anos – representando uma enorme conquista considerando a grandiosidade e complexidade da obra. Vale ressaltar que o início dos trabalhos depende de licenciamentos ambientais que estão sendo devidamente providenciados. Portanto, com as devidas licenças, em apenas 36 meses o projeto estará concluído.

O coordenador de operações da Águas de Bombinhas, Gabriel Balparda Fasola, lembrou que Santa Catarina consegue coletar e tratar uma média de 40% – conforme dados disponíveis no Trata Brasil. Este ainda é um dado preocupante, devido ao potencial turístico e de desenvolvimento econômico que o estado possui.

“Bombinhas, conhecida nacionalmente por ser a capital do mergulho e pelas belezas naturais, possui apenas 18% do esgoto tratado. Nosso objetivo é mudar totalmente esta realidade”, explica ele. “Conforme nosso cronograma, até 2023 devemos ter cerca de 97% dos efluentes coletados e em tratamento” comenta Gabriel.

Durante a reunião os vereadores, assim como a comunidade, tiraram dúvidas sobre investimentos, abastecimento de água e o calendário de trabalhos da Águas de Bombinhas. A população demonstrou apoio em relação às obras, visto que o tratamento traz melhorias para qualidade de vida, saúde e preservação do meio ambiente.

Para a diretora de saneamento de Bombinhas, Vanessa da Silva, o projeto é fundamental para o crescimento da cidade e, como representante da comunidade, garante que a prefeitura estará acompanhando de perto as obras e investimentos. “É um sonho ver esta implementação acontecendo, não temos dúvidas do êxito que o novo sistema alcançará. Este é um passo enorme para o município, um trabalho em conjunto com a gestão municipal”, completa.

A primeira etapa das obras

A rede que será construída na Avenida Vereador Manoel dos Santos será a primeira etapa de uma série de ações que compõem o calendário de trabalhos. A previsão é de que as obras sejam concluídas em apenas quatro meses e, somente neste trecho, serão instalados mais de 1.900 metros de tubulações.

“Sabemos que a cada R$1 investido no saneamento, são economizados R$4 na saúde pública. O desenvolvimento econômico e turístico de um município está diretamente ligado à forma como trata e destina seus efluentes. Por isso temos certeza que Bombinhas está no caminho certo, projetando o futuro de forma consciente”, comenta a diretora-presidente da empresa, Reginalva Mureb.

Compartilhar:

Veja Também

Revista Aegea Saiba mais
Revista Aegea

Faça o download da Revista Aegea e fique por dentro das novidades que acontecem na empresa.

Água Saiba mais
Água

Antes de chegar às residências, a água percorre um longo caminho pelo sistema de abastecimento da Águas de Bombinhas.

Legislação e Tarifas Saiba mais
Legislação e Tarifas

Os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário implicam em custos e investimentos permanentes.

Notícias Saiba mais
Notícias

Confira as últimas notícias da Águas de Bombinhas e saiba mais sobre abastecimento, obras, programas e projetos.