Notícias

Ver notícia

Reportagens sobre abastecimento de água tratada, a importância da implantação da rede de esgoto e preservação dos recursos hídricos foram premiadas na noite de terça, 29 de novembro, em Santa Catarina. Desenvolvida pelas concessionárias Águas de Camboriú, Águas de Penha, Águas de Bombinhas e Águas de São Francisco do Sul, o 1º Prêmio Águas de Jornalismo Ambiental foi entregue aos autores dos melhores trabalhos inscritos em 4 categorias: Texto, Áudio, Vídeo e Fotografia.

No total, foram 30 inscrições de matérias e fotografias publicadas por 22 veículos de comunicação locais, regionais e estaduais, entre o dia 1º de janeiro e 23 de outubro deste ano. Entre os critérios avaliados nas reportagens e fotografias inscritas estão a criatividade, inovação na linguagem, técnica de reportagem, apuração das informações e zelo pela ética jornalística. A comissão julgadora foi formada por Débora Almadah, presidente da Associação Catarinense de Imprensa (ACI); Giovana Pavei, coordenadora do curso de Jornalismo da Univali; e de Fernanda Abdo, responsável pela comunicação da Aegea no Brasil.

Os dois primeiros colocados em cada categoria receberam premiação em dinheiro: R$ 7 mil para o primeiro colocado e R$ 3 mil para o segundo, em um total de R$ 40 mil em dinheiro. A primeira edição do prêmio buscou reconhecer a importância dos meios de comunicação e incentivar a realização de reportagens sobre a relevância do saneamento básico para a qualidade de vida da população, além de valorizar o papel dos profissionais que fazem cobertura jornalística na região das 4 concessionárias de água.

Presente na premiação, Reginalva Mureb, presidente das concessionárias da Aegea em Santa Catarina, destacou a importância do jornalismo para o setor de saneamento básico. “Queremos valorizar o trabalho fundamental realizado pelos profissionais de comunicação que investigam e ouvem os diversos públicos, buscando todos os lados com transparência para que o cidadão seja informado adequadamente, educado e faça o seu juízo de valor. Os jornalistas têm uma parcela de responsabilidade na recente evolução que presenciamos para que mais de 100 milhões de pessoas tenham data certa para serem atendidos em saneamento básico”, cita Reginalva.

De acordo com Edson Carlos, presidente do Instituto Aegea, o prêmio representa a importância do jornalismo para o saneamento básico, não só de Santa Catarina, mas do Brasil como um todo. “O prêmio é uma forma de estimular o  investimento no setor e a valorização do  bom jornalismo”, completou.

“Para mim, é muito gratificante ser premiado com a melhor reportagem na categoria rádio, principalmente por saber que esta é uma área tão disputada. Além do mais, é uma felicidade receber um prêmio na categoria ambiental, pois sabemos das dificuldades de cidades como Camboriú em investir neste segmento”, citou Peeter Lee Grando, da Rádio Conexão FM de Balneário Camboriú, vencedor do prêmio na categoria Áudio.

Com dois segundos lugares na categoria Fotografia Texto, Renata Rutes, jornalista do Página 3, conta que ser instigada pelas concessionárias da Aegea em Santa Catarina a fazer uma matéria sobre saneamento  foi  muito gratificante. “Foi uma semana de trabalho e ver este trabalho premiado é uma alegria difícil de resumir em palavras”, acrescentou.

Rodrigo Gonçalves, jornalista da NSC TV que venceu na categoria Vídeo, elogiou a iniciativa das concessionárias em organizar o prêmio para reconhecer o trabalho jornalístico que trata de um assunto tão importante que é o saneamento básico.  Quanto à premiação, segundo ele, é resultado de um trabalho que é mérito de toda a equipe, do cinegrafista ao editor.

 

Jornalistas premiados:

 

TEXTO

1) Fernando Assanti (Linha Popular)

2) Renata Rutes (Página 3)

3) Kássia Carolina Salles da Silva (ND Mais)

4) Guilherme Diefenthaeler (Revista Francisca)

5) Waldemar Cézar (Página 3)

FOTOGRAFIA

1) Waldemar Cézar (Página 3)

2) Renata Rutes (Página 3)

3) Anderson Rodrigo Vieira (Olhar do Vale)

4) Marcos Witzke Junior (No Ponto SC)

5) João Batista da Silva (Diarinho)

VÍDEO

1) Rodrigo Gonçalves (NSC TV)

2) Paulo Vinicíus Metling Corrêa (NDTV)

3) Luan Diego Vosnhak (NDTV)

4) Anderson Rodrigo Vieira (Olhar do Vale)

5) Paulo Cesar Oliveira (TV Panorama)

 

ÁUDIO

1) Peeter Lee Grando (Rádio Conexão FM)

2) Fabiany Regina Smania Carvalho (Rádio Paz no Vale)

3) Gerson Filippi Junior (Rádio Menina)

4) Anderson Rodrigo Vieira (Olhar do Vale)

5) Felipe Albertini Costa (Rádio Trans 99 FM)

Compartilhar:

Veja Também

Principais Dúvidas Saiba mais
Principais Dúvidas

A ligação de esgoto na rede pública é obrigatória, conforme determina o art. 45 da Lei Federal 11.445/2007 e no regulamento de serviços d...

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Águas de Bombinhas é responsável pelos serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto de Bombinhas.

Água Saiba mais
Água

Antes de chegar às residências, a água percorre um longo caminho pelo sistema de abastecimento da Águas de Bombinhas.

Contato Saiba mais
Contato

A Águas de Bombinhas oferece um canal de comunicação eficiente. Entre em contato conosco.