Notícias

Ver notícia

Com foco no esgotamento sanitário da cidade, a Águas de Bombinhas promoveu, na noite desta terça-feira (25), mais uma edição do Afluentes Virtual. Durante o encontro os moradores puderam esclarecer dúvidas sobre o sistema de esgoto e conhecer com mais detalhes as etapas de coleta e tratamento.

Hoje a cidade de Bombinhas já possui um projeto de esgotamento que se encontra em fase de análise e aprovação pelo Instituto de Meio Ambiente de Santa Catarina (o IMA). Tão logo o projeto seja aprovado, a empresa iniciará as obras de implantação. Enquanto isso, o município já possui um sistema próprio de tratamento de esgotos, mas que contempla somente 18% do município.

“Estamos com uma expectativa muito boa de iniciar a implantação do novo projeto ainda neste ano”, explica o coordenador de operações da empresa, Gabriel Balparda Fasola. Além de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), Bombinhas também possui nove estações elevatórias e atende aproximadamente 3,5 mil pessoas.

Durante a noite, os moradores também puderam esclarecer dúvidas sobre o processo de tratamento. Leandro Silva questionou sobre a eficácia do tratamento e afirmou que “se estamos chegando em uma eficiência boa, é sinal de que o tratamento é adequado”.

As etapas do tratamento de esgoto

Durante a noite o coordenador também exibiu as etapas do processo de tratamento, a fim de que a comunidade compreenda todas as fases que o efluente percorre. Confira aqui como é tratado o esgoto de Bombinhas:

1 – Gradeamento: nesta primeira etapa os materiais sólidos grandes são retirados com grades, servindo como um primeiro filtro para facilitar a condução do esgoto. São separados diversos tipos de lixo como garrafas, absorventes, preservativos, etc.
2 – Desarenação: aqui separa-se os organismos menores dos maiores, a areia vai para o fundo de um tanque e o material orgânico permanece na superfície. Na caixa de areia é feita a remoção de todos os detritos sólidos que possam ter escapado na etapa anterior.
3 – Tanque de Amortização: são tanques com a função de equalizar a vazão do tratamento e absorver os picos de alta demanda.
4 – Floculação: Processo físico de mistura do coagulante com o efluente doméstico para a formulação de flocos.
5 – Flotação: Processo físico de separação das misturas heterogêneas sólidas e líquidas.
6 – Efluente líquido: Adição de oxidante para eliminação de patógenos.
7 – Desidratação: a matéria passa por um processo de coagulação e desidratação, filtrando mais ainda o lodo.
8 – Destinação final: o lodo digerido e desidratado é encaminhado para o aterro industrial.

Compartilhar:

Veja Também

Notícias Saiba mais
Notícias

Confira as últimas notícias da Águas de Bombinhas e saiba mais sobre abastecimento, obras, programas e projetos.

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.

1° Prêmio Águas de Jornalismo Ambiental Saiba mais
1° Prêmio Águas de Jornalismo Ambiental

A premiação busca incentivar a realização de reportagens sobre a importância do saneamento.