Notícias

Ver notícia
Em 2017 o contrato entre empresa e município foi alterado, dando prioridade para o abastecimento da cidade. A partir de agora, o foco prioritário é no esgotamento de Bombinhas

O novo projeto de esgotamento sanitário de Bombinhas encontra-se nas últimas fases de aprovação. A Águas de Bombinhas aguarda somente que documento seja autorizado pelo Instituto de Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA, conhecida por antiga Fatma) para dar início às obras. A previsão é de que o sistema contemple cerca de 97% do município e, depois de iniciadas, as obras devem ser concluídas em apenas 36 meses.

O projeto de saneamento de Bombinhas foi adiado em 2017, quando o município entendeu que a situação do abastecimento era mais urgente na cidade. Na época, um Termo Aditivo no contrato antecipou os investimentos da Águas de Bombinhas focando exclusivamente no novo sistema de captação de tratamento de água.

Conforme a presidente da empresa, Reginalva Mureb, a concessionária protocolou um pedido de Licença Ambiental Prévia (LAP) – nada mais é do que a primeira fase de licenciamentos para o projeto de esgoto. “A licença nos foi concedida em 2019 e, a partir de então, prosseguimos com a documentação exigida pelos órgãos ambientais. No ano passado nós enviamos um diagnóstico da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) José Amândio ao IMA e agora aguardamos um retorno”, explica.

Conforme o prefeito Paulo Henrique Dalago, o Paulinho, a principal expectativa do município é de levar saneamento básico e qualidade de vida para os moradores. “Nossa meta é ampliar para 97% a cobertura do sistema de esgoto em Bombinhas, em três  anos. Hoje, apenas 18% do município tem esse serviço. Proporcionar o acesso da população ao esgotamento sanitário, com coleta e tratamento, é fundamental para melhorar a qualidade de vida das pessoas e para o desenvolvimento econômico do município”, completa ele.

Em paralelo a isso, devido a um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) assinado em 2020 entre município, Ministério Público e IMA, a Águas de Bombinhas conseguiu antecipar parte da obra de saneamento. Devido a este documento, ainda de acordo com Reginalva, foi possível acompanhar as obras de revitalização da prefeitura na Avenida Vereador Manoel dos Santos e concluir a instalação da tubulação no local. “Estamos totalmente voltados para o esgotamento sanitário do município, vamos sanear Bombinhas”, comenta.

Ao longo do prazo contratual, o projeto completo prevê um investimento de R$85 milhões no município, com a instalação de 157 quilômetros de tubulação e uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) completamente nova

Compartilhar:

Veja Também

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Esgotamento Sanitário Saiba mais
Esgotamento Sanitário

A Águas de Bombinhas trabalha 24h por dia para ampliar e melhorar o saneamento na cidade de Bombinhas.

Revista Aegea Saiba mais
Revista Aegea

Faça o download da Revista Aegea e fique por dentro das novidades que acontecem na empresa.

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.