Notícias

Ver notícia
Atividade, promovida pela Famab, reuniu voluntários e encerrou a Semana do Meio Ambiente na cidade

Mais de 30 sacos repletos de lixo como garrafas plásticas, bombonas e latinhas foram retirados da praia de Zimbros, em uma ação que encerrou a Semana do Meio Ambiente de Bombinhas. A atividade, realizada na última semana, foi promovida pela Fundação de Amparo ao Meio Ambiente de Bombinhas (Famab) e contou com a participação de voluntários de diferentes instituições como a Águas de Bombinhas, projeto Tartabinhas e secretaria de Turismo.

A limpeza das praias estimula ações de voluntariado e a cidadania, além de chamar a atenção para os cuidados com o meio ambiente e a preservação da riqueza natural de Bombinhas. Alex Schwabe, responsável pelo setor de Responsabilidade Social da Águas de Bombinhas, lembra que ações que promovam o desenvolvimento sustentável são sempre tratadas como prioridade dentro da empresa.

“O mais gratificante é a experiência de fazer um pouquinho para ajudar no nosso ecossistema, isso já é uma enorme satisfação”, comenta ele. “O que mais nos impactou foi a quantidade de lixo, você olha nas praias e não tem noção da sujeira que é deixada nos locais”, completa Alex.

Ainda de acordo com Schwabe, durante a limpeza as equipes ainda fizeram o resgate de uma tartaruga que estava enroscada numa rede de pesca. “Também encontramos muitos pedaços pequenos de plástico, ou microplástico, que é um problema sério para os seres marinhos”, afirma.

Conforme as informações divulgadas pela Famab, que separou e pesou o material coletado, foram retirados da natureza cerca de: três sacos de lixo (de 300 litros) de plástico, um saco de lixo de restos de rede de pesca, 10 quilos de metal e 10 quilos de vidro, além de outros materiais diversos.

A bióloga da Famab, Letícia Frozza Teive, explica que o ideal é que ações como esta fossem realizadas semanalmente, ou pelo menos uma vez por mês, já que o lixo está sempre em movimento. “A quantidade de resíduos é absurda, mesmo que não tenha urbanização na área da Costeira, que é um parque municipal. Isso porque aquela região sofre muito com a influência da maré, então o lixo não é necessariamente depositado ali, mas trazido com o oceano”, explica ela.

Para encerrar, a bióloga relembrou que o plástico ainda é o lixo mais comum, o que “nos faz refletir sobre os usos que estamos fazendo dos materiais”. Ainda de acordo com ela, o microlixo, que muitas vezes passa despercebido, causa um impacto profundo na natureza, fauna e flora da vida marinha. Por isso a promoção de ações de limpeza, tanto por parte do poder público quando por parte da comunidade, são essenciais.

Compartilhar:

Veja Também

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.

Água Saiba mais
Água

Antes de chegar às residências, a água percorre um longo caminho pelo sistema de abastecimento da Águas de Bombinhas.

1° Prêmio Águas de Jornalismo Ambiental Saiba mais
1° Prêmio Águas de Jornalismo Ambiental

A premiação busca incentivar a realização de reportagens sobre a importância do saneamento.

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.