Notícias

Ver notícia

 

Terceiro módulo de tratamento de água bruta já está instalado e deve entrar em operação no mês de dezembro

O terceiro módulo de tratamento de água bruta acaba de ser instalado na Estação de Tratamento de Água (ETA) de Bombinhas e deve entrar em operação no início de dezembro. No início da próxima semana as equipes iniciam os últimos testes e inspeções no equipamento. Na prática, isso representa um aumento de 50% na capacidade de tratamento e distribuição da ETA, aumentando o volume de água tratada para 210l/s – até então, a capacidade da ETA era de 140l/s.

Somado a isso, a Estação de Tratamento de Água de Zimbros permanece com sua total capacidade de trabalho. Com isso, após os testes e simulações, a expectativa é de que Bombinhas alcance a capacidade de 245l/s de captação, tratamento e distribuição de água na próxima temporada de verão, como explica Maraísa Mendonça, gerente de operações da empresa.

Bombinhas, com aproximadamente 20 mil habitantes de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), vê sua população flutuante se multiplicar na temporada de verão. Para garantir o abastecimento de todos durante o pico da temporada, é necessário contar com o apoio da população.

“Este terceiro módulo veio para somar com nossos trabalhos e esforços, para garantir o melhor serviço possível a Bombinhas”, comenta. “Vale reforçar, contudo, a capacidade de tratamento da cidade, que é de 245 L/s. Caso o consumo no pico de verão seja maior, ainda temos como realizar manobras no sistema para garantir o abastecimento, porém, é necessário que a população tenha reservação para garantir o abastecimento”, completa Maraísa.

Caso o pico de consumo de água ultrapasse a capacidade de abastecimento, conforme menciona a gerente de operações, a concessionária têm planos de manobra projetados – uma operação que divide a cidade por setores e garante o abastecimento das regiões. Ainda assim, o sucesso das operações depende do apoio dos moradores e turistas, com o uso consciente da água e a reservação adequada.

“Nós aumentamos a capacidade de distribuição e tratamento, mas ainda assim o sistema possui um limite. Por isso é fundamental que os turistas e moradores ajudem o município, fazendo uso consciente da água e reservando nas caixas d’água”, encerra a presidente da Águas de Bombinhas, Reginalva Mureb.

Compartilhar:

Veja Também

Cronograma Saiba mais
Cronograma

Principais Dúvidas Saiba mais
Principais Dúvidas

A ligação de esgoto na rede pública é obrigatória, conforme determina o art. 45 da Lei Federal 11.445/2007 e no regulamento de serviços d...

3° Prêmio Águas de Jornalismo Ambiental Saiba mais
3° Prêmio Águas de Jornalismo Ambiental

A premiação busca incentivar a realização de reportagens sobre a importância do saneamento.

Notícias Saiba mais
Notícias

Confira as últimas notícias da Águas de Bombinhas e saiba mais sobre abastecimento, obras, programas e projetos.