Notícias

Ver notícia

Em busca de uma rápida solução para os rompimentos sucessivos que ocorreram na adutora de água bruta de Bombinhas, durante a última semana, a Águas de Bombinhas apresentou para o prefeito, vice-prefeito e vereadores, algumas possíveis alternativas para tornar o sistema de abastecimento mais seguro. A apresentação aconteceu durante uma visita técnica ao local dos rompimentos, em Tijucas, e a partir de agora as opções serão estudadas e debatidas entre poder concedente e concessionária.

A comitiva, composta pelo prefeito Paulinho Dalago, o vice-prefeito Alexandre da Silva, os vereadores Tiago Antônio de Souza (presidente), André Luiz da Silva e Leandro José dos Santos, além de técnicos da concessionária, fez a primeira visita técnica no local dos rompimentos após a conclusão dos reparos.

“Este é o primeiro diagnóstico de campo. Nos encontramos no local para compreender o cenário, que é totalmente diferente do que encontrávamos aqui nos dias de obras” explica o diretor executivo da empresa, Rodrigo Lacerda. “Existe uma grande e rápida mobilização da Águas de Bombinhas para encontrar a solução definitiva para este trecho. Para isso, trouxemos de São Paulo profissionais especialistas em tubulações e adutoras, que nos ajudarão na escolha da melhor alternativa”, completa.

Os profissionais Alan Groschitz, Everaldo Souza e o diretor de engenharia Joel Roberto Scholl fazem parte do grupo de especialistas da Aegea e trazem a expertise de outras regiões do Brasil para somar com as equipes de Bombinhas. Nos próximos dias eles iniciam um diagnóstico mais detalhado da adutora, apresentando uma análise de investimentos e melhorias para a decisão de implementação.

Além disso, as equipes iniciam também um estudo de viabilidade de novos traçados, já que aproximadamente dois quilômetros de tubulações deverão ser removidos do local. “Estamos em fase preliminar de obras, mas já iniciamos os estudos sobre as alternativas. A partir de então, alguns pontos cruciais terão de ser analisados como autorizações da prefeitura de Tijucas, licenças ambientais, etc”, completa ele.

Segundo Reginalva Mureb, presidente da Águas de Bombinhas, “essa é a resposta imediata que tínhamos de dar à população de Bombinhas. Os trabalhos não tardarão e irão trazer mais tranquilidade e segurança a toda população”, finaliza ela.

Compartilhar:

Veja Também

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

1° Prêmio Águas de Jornalismo Ambiental Saiba mais
1° Prêmio Águas de Jornalismo Ambiental

A premiação busca incentivar a realização de reportagens sobre a importância do saneamento.

Contato Saiba mais
Contato

A Águas de Bombinhas oferece um canal de comunicação eficiente. Entre em contato conosco.

Legislação e Tarifas Saiba mais
Legislação e Tarifas

Os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário implicam em custos e investimentos permanentes.